Logo da Prefeitura Municipal de Cabo Frio - Começou um Novo Tempo.

cabo frio - rj

secfasecretaria de fazenda

Horário de funcionamentoSegunda a Sexta das 8:30h às 17:00h

Palestra de Empreendedorismo Rural reúne agricultores

Com o tema Empreendedorismo Rural, aconteceu uma palestra gratuita na tarde de quarta-feira (20), na sede da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca da Prefeitura de Cabo Frio, na Fazenda Campos Novos.
Com o tema Empreendedorismo Rural, aconnteceu uma palestra gratuita na tarde de quarta-feira (20), na sede da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca da Prefeitura de Cabo Frio, na Fazenda Campos Novos, onde foram desenvolvidos assuntos como noções básicas de Gestão Financeira, Relações Humanas no Trabalho e  Marketing, Orientação sobre a Separação entre o que é Pessoal é o que é Corporativo, Agregação de Valores aos Bens Produzidos, e informações sobre o Mercado e Concorrência. O público, apesar de não numeroso, mostrou-se bem atento e interessado. 

Um dos palestrantes, o superintendente da Casa do Empreendedor, da Secretaria de Fazenda de Cabo Frio, Clésio Guimarães detalhou assuntos como, tratamentos de gestão financeira, planejamento, um pouco de marketing e como agregar valor ao produto. Clésio deixou claro que “Informação e conhecimento são os principais fundamentos de crescimento de um negócio na produção rural”. 

“Hoje, os consumidores estão muito preocupados com “qualidade”. Assim, a transparência nos negócios é fundamental para gerar confiança e com isso agregar valor aos produtos e marcas. Isto tem que ser divulgado. A comunicação é a base de tudo. Por exemplo, fotos da lavoura, é uma boa medida”, disse Clésio, assegurando que quem não participou desta palestra, pode solicitar junto à Secretaria de Agricultura uma nova edição do evento, que prazeirosamente estarão novamente ministrando as informações.

A assessora fazendária, da Casa do Empreendedor, Elisângela Ramalho Pereira respondeu a uma pergunta: se o produtor rural pode ser enquadrado como microempreendedor individual (MEI). Segundo ela, não é permitida a inscrição do produtor rural como MEI, pois sua atividade, propriamente dita, não está contemplada nas atividades permitidas. Também foi questionado, se o produtor rural pode ser beneficiário da previdência social.
“Se o produtor rural produz em regime de economia familiar sem utilização de mão-de-obra assalariada (empregados), pode ser enquadrado na Previdência Social como segurado especial”, assegurou, Elisângela. 

Para o superintendente de Projetos Agrícolas, Diego Quintanilha, a palestra promovida pela Secretaria de Agricultura e a Casa do Empreendedor foi produtiva, esclarecedora e focada. 
“É importante que o produtor tenha entendimento sobre como agregar valores aos seus produtos e noções de como aumentar sua fonte de renda. E o objetivo do curso que é fornecer aprendizado e troca de experiências para os produtores rurais, foi alcançado. Os produtores que participaram agradeceram a oportunidade de ter uma visão sobre o controle dos custos e sobre a divisão de gastos pessoais e da propriedade. E o mais importante, eles disseram que vão tentar aplicar na prática”, informou Diego Quintanilha.

Texto e fotos: Telma Flora | Assessora de Comunicação