Memória Fazendária

A determinação em preservar a nossa memória através da recuperação do acervo de livros e documentos ancestrais da Secretaria Municipal de Fazenda, reflete a preocupação do Governo Municipal com a história do povo cabo-friense, merecendo desde o início o meu integral apoio. O trabalho que ora temos a honra e alegria de oferecer a comunidade, mostra o registro de aforamentos que compreende o período de 1842 à 1900. Percorrendo os caminhos do passado, deparamo-nos com nossa história e cultura, que enaltecem vultos do passado e nos motivam a perenizar os homens públicos, escritores, trabalhadores, enfim, pessoas simples que formaram este município. Podemos perceber em cada linha transcrita, o sentimento em torno do destino comum, que constitui o elemento mais forte para a formação de uma sociedade, e assim entendemos que a nossa memória, não pode morrer pela nossa omissão, e mais do que nunca, não podemos nos acostumar a esquecer. Estamos presentes na preservação de documentos que refletem a consolidação do Município, fundamentada nos primórdios da presença portuguesa no Brasil. É a consciência que reverencia o passado com dever de cidadania, cumprindo preceitos constitucionais, oferecendo a sociedade contemporânea a oportunidade de conhecer um dos períodos mais extraordinários vivenciados por nossa gente, um legado que muito nos orgulha e marca a nossa administração pelo respeito que é devido aos ancestrais, com a edição do primeiro volume que irá compor o acervo da Biblioteca Digital da Secretaria Municipal de fazenda, com seu patrimônio de livros e registros seculares.

Alair Francisco Corrêa Prefeito

Curiosidades

Prefeitos de Cabo Frio

Veja a listagem de todos os prefeitos da cidade de Cabo Frio e seus respectivos anos de mandato.

Veja toda a lista Clique aqui