Notícias

Justiça concede parcelamento da dívida de precatórios de R$ 140 milhões da Prefeitura

Geral

Justiça concede parcelamento da dívida de precatórios de R$ 140 milhões da Prefeitura

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro assinou um acordo com a Prefeitura de Cabo Frio para parcelamento da dívida dos precatórios da Prefeitura, que hoje somam R$ 146 milhões.  Este saldo foi parcelado em 72 vezes. O acordo foi assinado em audiência na tarde desta terça-feira (11), no gabinete dos Juízes Auxiliares da Presidência, no TJ, sob a presidência do juiz auxiliar, Gilberto de Mello Nogueira Abdelhay Júnior, Estiveram presentes o prefeito, Dr. Adriano Moreno; o secretário municipal de Fazenda, Antonio Carlos Nascimento Vieira; o secretário adjunto, Paulo César de Souza e os procuradores do município, Bruno Aragutti Monica e Sérgio Eduardo Assad Seabra Lebre.

Para o prefeito Dr. Adriano, além de inédita, esta ação conseguida na Justiça é uma grande vitória para o município e para a atual gestão pública, já que, segundo ele, pela primeira vez Cabo Frio assume a responsabilidade junto a Justiça para limpar o nome da cidade. 
“Assinamos hoje um acordo  de um problema que se arrasta há mais de 20 anos na Prefeitura de Cabo Frio. Além disso, na semana passada, conseguimos o feito também inédito de cessar os arrestos nas contas da Prefeitura. Agora não vamos ter mais bloqueios e, com o parcelamento, vamos pagar esta dívida dentro da legalidade”, comemorou o prefeito.
Na última quinta-feira (6), a Prefeitura de Cabo Frio conseguiu junto ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ/RJ), por meio de decisão judicial, a suspensão dos bloqueios nas contas do governo municipal, da presente data em diante.
Uma equipe da Secretaria de Fazenda entregou uma petição à juíza, solicitando o fim dos arrestos, que hoje, somente no governo do Dr. Adriano Moreno, somam cerca de R$ 25 milhões.  Ultimamente, os bloqueios têm sido uma constante e acontecem para garantir o pagamento de dívidas não pagas de governos anteriores da Prefeitura com precatórios. A suspensão dos bloqueios foi concedida pela juíza auxiliar da Presidência do TJ/RJ, Rosa Maria Cirigliano Maneschy.
Telma Flora | Assessora de Comunicação
Comentários do Facebook
FECHAR ACESSIBILIDADE
mersin escort
escort maltepe escort pendik escort mersin porno izle porno seks hikayeleri mersin escort bayan escort bodrum escort mersin escort akdeniz escort altinkum escort kizkalesi escort mezitli escort pozcu escort silifke escort susanoglu universiteli escort mersin rus escort mersin sinirsiz escort mersin ucuz escort konya bayan escort malatya bayan escort mersin bayan escort